Como ser melhor: 3 características comuns de líderes

Muitas pessoas se perguntam: como ser o melhor no que faço? A partir disto Vinicius Lopes, treinador comportamental, mapeou 3 características comuns em líderes.

Uma pergunta que vendedores, líderes e empresários tem me feito durante treinamentos é essa. Todos querem saber como podem assumir a liderança ou pelo menos um lugar de grande destaque no mercado em que atuam.

Hoje temos uma grande transformação cada vez mais rápidas e aceleradas. A internet e a acessibilidade a informação revolucionaram tudo que poderíamos imaginar ser altamente eficaz a 10 anos atrás.

Partindo dessa premissa, Vinicius Lopes, treinador comportamental, afirma que não estamos em uma era de mudanças, mas que estamos de fato mudando de era, afinal dizer que ainda estamos na idade contemporânea que se estende desde 1789 até hoje seria uma grande bobagem.

Seguem 3 características comuns em empresas e em profissionais que conseguem chegar, e mais do que isso, se manter no topo das áreas que atuam.

1. Não existe média

Existe uma média de faturamento, uma média de tempo de entrega, uma média da qualidade, esse tipo de pensamento e comportamento não combina com quem quer alcançar a liderança de determinado mercado.

Empresas que querem se manter no topo precisam estar sempre dando do melhor de si, se esforçando de maneira criativa em várias direções para conseguir alcançar a cada dia soluções mais eficazes e únicas para seus clientes.

Importante lembrar: sempre irão existir coisas a serem realizadas, o processo de evolução nunca terá fim. Uma dica muito valiosa para estar sempre a frente do mercado é não ficar atento somente ao seu mercado, ou somente assistindo e lendo textos daquela pessoa que você admira.

Não existe limitador maior para o seu crescimento do que somente conviver com pessoas que tenham a mesma opinião do que você. Busque novos tipos de comportamento e pensamento e traga para seu mundo, ouse inovar.

2. Meritocracia

Recompensas financeiras, psicológicas e de carreira serão dadas para quem entregar mais resultado e não para quem tem mais tempo de casa ou fica mais tempo dentro do escritório, vale lembrar que estar ocupado não significa estar produzindo.

Você precisa estar atento a quem entrega resultados verdadeiros para que seu negócio não para de crescer. O mesmo vale para quem é autônomo, saber o momento de parar e de se recompensar por resultados que tem atingido, comemorar cada vitória faz parte do processo de evolução.

Sempre quando é discutida meritocracia dentro de empresas que ainda não praticam muito bem esse modelo de gestão por dizerem que sofrerão muitas retaliações de funcionários mais antigos se começar a ter um tipo de “preferencia” pelos funcionários mais novos, e a pergunta que deve ser feita é:

Quem você prefere desagradar? Os funcionários com melhor desempenho ou os medíocres?

3. Visar o lucro

Se existe algo que pode dizer de maneira clara e objetiva se você é o melhor no que faz é com certeza o tamanho da sua receita e quanto a sua empresa lucra todos os anos. O lucro traz benefícios para todos.

O lucro paga acionistas, paga gerentes, vendedores, funcionários, é o meio por qual a empresa pode fazer investimentos para seu crescimento, que com toda certeza terá como uma das consequências a contratação de mais funcionários e a geração de novas e melhores oportunidades de maneira continua.

Não é feio querer lucrar, dinheiro faz bem. Quando os lucros diminuem, todos sofrem.

Compartilhe
Alexandre Martins

Alexandre Martins atua com marketing digital, inteligência de mercado e análise de dados. Apaixonado por compartilhar dicas e opiniões.