Corretora do C6 Bank começa a operar

Corretora do C6 Bank começa operar no mercado brasileiro com foco grandes clientes institucionais, como gestoras de recursos e fundos de pensão.

O C6 Bank, fintech brasileira que esta se estruturando para começar a operar como banco digital, começou a operar a corretora de valores esta semana com foco inicial em investidores institucionais, como grandes gestoras de recursos e fundos de pensão.

A corretora vai ofertar papéis de empresas que estão na B3, derivativos de ações, juros e moedas, além de títulos de renda fixa. Neste primeiro momento ela opera B2B, mas com a consolidação dos demais serviços é provável que no segundo semestre, a corretora vai evoluir para um marketplace de serviços financeiros.

A plataforma se consolidando na distribuição de produtos próprios e de terceiros fará com que a trading seja disponibilizada para todos os tipos de clientes, inclusive os futuros clientes do banco – acredito que o C6 seguirá o modelo dos concorrentes, fazendo com que o saldo da conta corrente renda 100% do CDI.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) concedeu a última etapa da autorização para a C6 Corretora em março de 2019. B3 e Banco Central também já concederam as licenças necessárias. Assim, a C6 já esta apta para operar no mercado brasileiro.

Alexandre Martins

Alexandre Martins atua com marketing digital, inteligência de mercado e análise de dados. Apaixonado por compartilhar dicas e opiniões.